Pesquisadores do Brasil e da Alemanha discutiram temas de cooperação entre os países no cenário da Bioeconomia durante Green Rio

Dia 25 de maio de 2018, um auditório lotado assistiu à abertura do II Workshop Brasil-Alemanha. Maria Beatriz Martins Costa, coordenadora do Green Rio, deu boas vindas a todos, ressaltando que é a segunda vez que o Green Rio tem o prazer de receber um Workshop Brasil-Alemanha de Bioeconomia. “O fato destes encontros ocorrerem durante o Green Rio, abre oportunidade para a delegação da Alemanha conhecer as iniciativas já existentes em bioeconomia, presentes nos estandes dos expositores desta feira de negócios” disse Maria Beatriz.

Tilman Schachtsiek, coordenador de Bioeconomia do Ministério da Agricultura da Alemanha falou sobre o programa de Bioeconomia da Alemanha, destacando a importância da parceria com Brasil.

Presente na mesa de abertura, Alvaro Prata, Secretário de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) destacou que o “Biomas e Bioeconomia” é um dos 12 temas que fazem parte da Estratégia Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, válida entre 2016 e 2022.

Celso Moretti e Alvaro Prata

Em seguida, Celso Moretti (presidente em exercício da Embrapa nesta data) e Peter Eisner (Diretor do Instituto Fraunhofer) falaram sobre o cenário da Bioeconomia no Brasil e na Alemanha, respectivamente. As apresentações de Celso Moretti e Peter Eisner estão publicadas no link abaixo.

Acesse as palestras do Green Rio 2018

Pedro Alves Corrêa Neto, Diretor do Ministério da Agricultura, também participou da abertura do II Workhop Brasil-Alemanha de Bioeconomia e falou sobre as iniciativas em bioeconomia no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, muitas delas alinhadas com as do Ministério da Agricultura da Alemanha. Pelo Ministério da Educação e Pesquisa da Alemanha, Klaus-Peter Michel reforçou o apoio da Alemanha para parcerias internacionais no cenário da bioeconomia.  

Ao final da abertura do II Workshop Brasil-Alemanha de Bioeconomia, Tilman convidou os presentes para visitar o estande da Alemanha e também visitar os demais estandes do Green Rio.

Foram realizados paralelamente três encontros de pesquisadores do Brasil e da Alemanha, que buscaram pontos de sinergia entre os dois países, contemplando potenciais parcerias bilaterais nos seguintes temas:

A) Fenotipagem e melhoramento genético de plantas
Apresentação com cenário do Brasil: Dr. Paulo Herrnann (Embrapa Instrumentação);
Apresentação com cenário da Alemanha: Thomas Altmann (IPK Gatersleben)
Moderador: Dr. Bittner

B) Uso industrial de recursos renováveis
Apresentação com cenário do Brasil: Dr. Paulo Coutinho (ISI Biossintético);
Apresentaçao com cenário da Alemanha: Jörg Rothermel (VCI)
Moderador: Dr. Peters

C) Controle biológico de pragas e bioinsumos
Apresentação com cenário do Brasil: Prof. Dr. Ítalo Delalibera (Esalq/USP)
Apresentaçao com cenário da Alemanha: Prof. Johannes Jehle (JKI)
Moderador: Dr. Brauer

Ao final do dia, os coordenadores de cada painel apresentaram as conclusões de seus respectivos painéis. Cada encontro de pesquisadores contou com equipes e parceiros do MCTIC e Finep para registrar os pontos levantados nos debates. Estes pontos farão parte de um documento que deverá constar das discussões da Cooperação Científica e Tecnológica entre Brasil e Alemanha em Bioeconomia, assinada em agosto de 2015. Esse documento pautará uma eventual chamada conjunta com agências de fomento à PD&I da Alemanha.