Lançamento do Programa Bioeconomia Brasil-Sociobiodiversidade ocorre durante a oitava edição do Green Rio

Green Rio reconhecido internacionalmente como um dos mais importantes eventos de bioeconomia do Brasil.

O Secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo, Fernando Schwanke, lançou durante o Green Rio o Programa Bioeconomia Brasil-Sociobiodiversidade. Este é o primeiro programa de BIOECONOMIA de país com foco em estruturação de sistemas produtivos baseados no uso sustentável da biodiversidade e do extrativismo, visando ampliar a produção e o uso de energia a partir de fontes renováveis.

Na abertura do evento, o Embaixador da Alemanha, Dr. Georg Witschel, destacou que “Green Rio transformou-se em uma excelente plataforma para o intercâmbio bilateral na área de bioeconomia”. A Dra. Eva Muller, Diretora Geral do Ministério de Agricultura da Alemanha, declarou que “Green Rio reúne muitos e diferentes stakeholders da política, pesquisa e sociedade e é, portanto, a plataforma ideal para falar sobre soluções alternativas baseadas em produtos da bioeconomia.”

Fernando Schwanke foi o Keynote speaker do evento com a palestra “Bioeconomia e Agricultura Familiar:  Perspectivas para a próxima década.”

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento trouxe uma delegação significativa para o Green Rio 2019 tanto para a Conferência Green Rio quanto para seu estande, onde promoveu diversas atividades. Visitantes participaram nas rodas de conversas cujos temas abordavam desde Plantas Medicinais a Agricultura Urbana. Também no estande do MAPA foram realizados encontros de empreendedores, aproximando empresas de produtores da Agricultura Familiar.

Um dos destaques no estande do MAPA foi a assinatura do Protocolo de Intenção de Compra de pimenta rosa do Assentamento Ademar Medeiros, de São Pedro da Aldeia pela empresa de cosméticos orgânicos CATIVA NATURAZA (Paraná). O ato significou a entrada do produto no mercado nacional e representa mais uma conquista, fruto do trabalho do GT-Aroeira, que reúne técnicos da Prefeitura aldeense e de diversas entidades e institutos ambientais, de assistência técnica e pesquisa, como a Fiocruz, Emater-Rio, Inea, Senar, MAPA, entre outros. Esta aproximação entre o Assentamento Ademar Medeiros e CATIVA NATUREZA começou no Green Rio 2018, e, testemunhar resultados plantados e colhidos durante este evento, é um motivo de enorme satisfação para seus organizadores.


O SESC também atraiu visitantes para as diversas oficinas que realizou em seu estande,  que foi idealizado em formato que conduzia para um circuito expositivo com conteúdo informativo em 3 eixos:
1) Água: um circuito contemplando da nascente da água até a formação dos rios, com informações desde a quantidade de água doce e salgada no planeta até a a poluição dos mares, rios e lençóis freáticos, sublinhando-se a necessidade imperiosa do saneamento básico e ecológico.
2) Alimentos: informações sobre a cadeia de desperdício de alimentos; aproveitamento integral dos alimentos, e alimentos alternativos como as plantas alimentícias não convencionais (PANCs). Foram apresentados ainda dados relevantes da atuação do Mesa Brasil e a importância do projeto para o Sesc e para as instituições atendidas.
3)  Resíduos: informações sobre a quantidade de lixo que o brasileiro gera por dia, o que é reciclagem, o que é ou não é reciclável e número de municípios com coleta seletiva no Brasil, etc.

Estes temas também foram apresentados pelo SESC na Conferência Green Rio 2019, onde o MESA BRASIL foi destaque. Durante o Green Rio houve reunião de Diretora Regional do SESC RIO,  Regina Pinho e sua equipe, com  o Diretor do Departamento de Estruturação Produtiva da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo, Avay Miranda, sobre uma aproximação do MESA BRASIL com as iniciativas que o serão promovidas no Programa Bioeconomia Brasil – Sociobiodiversidade.

No dia 25 de maio, no espaço das Rodadas de Negócios, foi realizada a atividade “SESC / Dr. Saúde em 3 Tempos” com a participação dos visitantes.


Pela segunda vez a Alemanha teve estande próprio no Green Rio, onde apresentou os programas de bioeconomia que promove, entre eles BIOMASSA. No segundo semestre de 2019 deverá ser lançada a segunda etapa do programa Bioeconomy 2030 que incentiva pesquisas no cenário da bioeconomia.

A delegação de bioeconomia da Alemanha, liderada pela Diretora Geral do Ministério da Agricultura da Alemanha, Dra. Eva Müller, teve a oportunidade de conversar com representantes de diversos de segmentos da bioeconomia do Brasil, desde Ministério da Agricultura e EMBRAPA à Fiocruz, FINEP, identificando potenciais parcerias e articulando possíveis missões à Alemanha. Dr;Frank Ordon, presidente do Julius Kühn Institut, acompanhado de pesquisadores também fez parte da delegação da Alemanha no Green Rio 2019 e participou de diversas reuniões bilaterais dentro e fora do estande da Alemanha.

No dia 24 de maio foi realizado terceiro German-Brazilian Bioeconomy Workshop que ocorre no Green Rio, onde foram apresentados cenários da Bioeconomia do Brasil e da Alemanha e assinados termos de cooperação bilaterais:

  1. assinatura entre FINEP e FNR, uma parceria Brasil-Alemanha estratégica no cenário da bioeconomia
  2. a assinatura de Carta de Intenções entre Embrapa  e Julius Kühn Institut
  3. a assinatura de Memorando de Entendimento entre Embrapa com DBFZ


 

Assista o vídeo com a fala do Sr. Joaquim Levy

 

Além do lançamento do Programa BIOECONOMIA BRASIL – SOCIOBIODIVERDADE, durante o Green Rio 2019 foi lançada a 2ª Edição do Prêmio BNDES de Boas Práticas para Sistemas Agrícolas Tradicionais, com a presença do presidente do BNDES, Joaquim Levy.
Este prêmio tem o objetivo de reconhecer e divulgar boas práticas de salvaguarda e conservação de bens culturais imateriais associados à agrobiodiversidade e à sociobiodiversidade. 

Em breve declaração ao jornalista André Trigueiro / GloboNews, Levy elogiou o fato reunir mercado e academia para discutir meio ambiente.

Rita Milagres, Chefe da Secretaria de Inteligência e Relações Estratégicas da Embrapa,representando a Embrapa, promoveu nesta ocasião o lançamento do livro

No mesmo painel “Bioeconomia e Biodiversidade”, onde ocorreram os lançamentos do Programa Bioconomia Brasil-Sociobiodivesidade e da 2ª Edição do Prêmio BNDES de Boas Práticas para Sistemas Agrícolas Tradicional, o presidente o SESC RIO, Antonio Queiroz Filho, destacou o lançamento do PRÊMIO VISÃO CONSCIENTE, um programa da Fecomércio RJ de premiação de empresas que tenham ações responsáveis e sustentáveis em seus negócios.


O Green Rio teve pela segunda vez o pitch com biostartups em parceria com o Sebrae. Os participantes faziam parte dos projetos no estande de biostartups do Sebrae do estado do Rio de Janeiro. O pitch teve como convidados especiais participantes da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). A vencedora foi a Vitamina Terrestre do estado do RJ que produz um adubo orgânico.

Pela primeira vez, houve também no Green Rio um desafio com o tema de negócios verdes com realização da Sai do Papel em parceria com o Green Rio. Empreendedores com as melhores ideias apresentaram projetos, através de um pitch no espaço Bio2B do Green Rio. A vencedora foi a Geofiltros, que apresentou projeto visando melhoria da qualidade da água na produção de petróleo e gás.

Mais uma vez, Green Rio se consolidando como a plataforma da bioeconomia no Brasil, e agradecemos a todos que contribuíram para este sucesso!

Clique aqui para conferir as apresentações da Conferência Green Rio 2019 autorizadas para divulgação pelos respectivos palestrantes.


 

 

Para saber mais sobre as edições anteriores do Green Rio,
por favor clique nos links abaixo:
GREEN RIO 2012 GREEN RIO 2013 GREEN RIO 2014 GREEN RIO 2015
GREEN RIO 2016 GREEN RIO 2017 GREEN RIO 2018