Lançamento do Programa Bioeconomia Brasil-Sociobiodiversidade ocorre durante a oitava edição do Green Rio

Green Rio reconhecido internacionalmente como um dos mais importantes eventos de bioeconomia do Brasil.

O Secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo, Fernando Schwanke, lançou durante o Green Rio o Programa Bioeconomia Brasil-Sociobiodiversidade. Este é o primeiro programa de BIOECONOMIA de país com foco em estruturação de sistemas produtivos baseados no uso sustentável da biodiversidade e do extrativismo, visando ampliar a produção e o uso de energia a partir de fontes renováveis.

Na abertura do evento, o Embaixador da Alemanha, Dr. Georg Witschel, destacou que “Green Rio transformou-se em uma excelente plataforma para o intercâmbio bilateral na área de bioeconomia”. A Dra. Eva Muller, Diretora Geral do Ministério de Agricultura da Alemanha, declarou que “Green Rio reúne muitos e diferentes stakeholders da política, pesquisa e sociedade e é, portanto, a plataforma ideal para falar sobre soluções alternativas baseadas em produtos da bioeconomia.”

Fernando Schwanke foi o Keynote speaker do evento com a palestra “Bioeconomia e Agricultura Familiar:  Perspectivas para a próxima década.”

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento trouxe uma delegação significativa para o Green Rio 2019 tanto para a Conferência Green Rio quanto para seu estande, onde promoveu diversas atividades. Visitantes participaram nas rodas de conversas cujos temas abordavam desde Plantas Medicinais a Agricultura Urbana. Também no estande do MAPA foram realizados encontros de empreendedores, aproximando empresas de produtores da Agricultura Familiar.

Um dos destaques no estande do MAPA foi a assinatura do Protocolo de Intenção de Compra de pimenta rosa do Assentamento Ademar Medeiros, de São Pedro da Aldeia pela empresa de cosméticos orgânicos CATIVA NATURAZA (Paraná). O ato significou a entrada do produto no mercado nacional e representa mais uma conquista, fruto do trabalho do GT-Aroeira, que reúne técnicos da Prefeitura aldeense e de diversas entidades e institutos ambientais, de assistência técnica e pesquisa, como a Fiocruz, Emater-Rio, Inea, Senar, MAPA, entre outros. Esta aproximação entre o Assentamento Ademar Medeiros e CATIVA NATUREZA começou no Green Rio 2018, e, testemunhar resultados plantados e colhidos durante este evento, é um motivo de enorme satisfação para seus organizadores.


O SESC também atraiu visitantes para as diversas oficinas que realizou em seu estande,  que foi idealizado em formato que conduzia para um circuito expositivo com conteúdo informativo em 3 eixos:
1) Água: um circuito contemplando da nascente da água até a formação dos rios, com informações desde a quantidade de água doce e salgada no planeta até a a poluição dos mares, rios e lençóis freáticos, sublinhando-se a necessidade imperiosa do saneamento básico e ecológico.
2) Alimentos: informações sobre a cadeia de desperdício de alimentos; aproveitamento integral dos alimentos, e alimentos alternativos como as plantas alimentícias não convencionais (PANCs). Foram apresentados ainda dados relevantes da atuação do Mesa Brasil e a importância do projeto para o Sesc e para as instituições atendidas.
3)  Resíduos: informações sobre a quantidade de lixo que o brasileiro gera por dia, o que é reciclagem, o que é ou não é reciclável e número de municípios com coleta seletiva no Brasil, etc.

Estes temas também foram apresentados pelo SESC na Conferência Green Rio 2019, onde o MESA BRASIL foi destaque. Durante o Green Rio houve reunião de Diretora Regional do SESC RIO,  Regina Pinho e sua equipe, com  o Diretor do Departamento de Estruturação Produtiva da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo, Avay Miranda, sobre uma aproximação do MESA BRASIL com as iniciativas que o serão promovidas no Programa Bioeconomia Brasil – Sociobiodiversidade.

No dia 25 de maio, no espaço das Rodadas de Negócios, foi realizada a atividade “SESC / Dr. Saúde em 3 Tempos” com a participação dos visitantes.


Pela segunda vez a Alemanha teve estande próprio no Green Rio, onde apresentou os programas de bioeconomia que promove, entre eles BIOMASSA. No segundo semestre de 2019 deverá ser lançada a segunda etapa do programa Bioeconomy 2030 que incentiva pesquisas no cenário da bioeconomia.

A delegação de bioeconomia da Alemanha, liderada pela Diretora Geral do Ministério da Agricultura da Alemanha, Dra. Eva Müller, teve a oportunidade de conversar com representantes de diversos de segmentos da bioeconomia do Brasil, desde Ministério da Agricultura e EMBRAPA à Fiocruz, FINEP, identificando potenciais parcerias e articulando possíveis missões à Alemanha. Dr;Frank Ordon, presidente do Julius Kühn Institut, acompanhado de pesquisadores também fez parte da delegação da Alemanha no Green Rio 2019 e participou de diversas reuniões bilaterais dentro e fora do estande da Alemanha.

No dia 24 de maio foi realizado terceiro German-Brazilian Bioeconomy Workshop que ocorre no Green Rio, onde foram apresentados cenários da Bioeconomia do Brasil e da Alemanha e assinados termos de cooperação bilaterais:

  1. assinatura entre FINEP e FNR, uma parceria Brasil-Alemanha estratégica no cenário da bioeconomia
  2. a assinatura de Carta de Intenções entre Embrapa  e Julius Kühn Institut
  3. a assinatura de Memorando de Entendimento entre Embrapa com DBFZ


 

Assista o vídeo com a fala do Sr. Joaquim Levy

 

Além do lançamento do Programa BIOECONOMIA BRASIL – SOCIOBIODIVERDADE, durante o Green Rio 2019 foi lançada a 2ª Edição do Prêmio BNDES de Boas Práticas para Sistemas Agrícolas Tradicionais, com a presença do presidente do BNDES, Joaquim Levy.
Este prêmio tem o objetivo de reconhecer e divulgar boas práticas de salvaguarda e conservação de bens culturais imateriais associados à agrobiodiversidade e à sociobiodiversidade. 

Em breve declaração ao jornalista André Trigueiro / GloboNews, Levy elogiou o fato reunir mercado e academia para discutir meio ambiente.

Rita Milagres, Chefe da Secretaria de Inteligência e Relações Estratégicas da Embrapa,representando a Embrapa, promoveu nesta ocasião o lançamento do livro

No mesmo painel “Bioeconomia e Biodiversidade”, onde ocorreram os lançamentos do Programa Bioconomia Brasil-Sociobiodivesidade e da 2ª Edição do Prêmio BNDES de Boas Práticas para Sistemas Agrícolas Tradicional, o presidente o SESC RIO, Antonio Queiroz Filho, destacou o lançamento do PRÊMIO VISÃO CONSCIENTE, um programa da Fecomércio RJ de premiação de empresas que tenham ações responsáveis e sustentáveis em seus negócios.


O Green Rio teve pela segunda vez o pitch com biostartups em parceria com o Sebrae. Os participantes faziam parte dos projetos no estande de biostartups do Sebrae do estado do Rio de Janeiro. O pitch teve como convidados especiais participantes da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). A vencedora foi a Vitamina Terrestre do estado do RJ que produz um adubo orgânico.

Pela primeira vez, houve também no Green Rio um desafio com o tema de negócios verdes com realização da Sai do Papel em parceria com o Green Rio. Empreendedores com as melhores ideias apresentaram projetos, através de um pitch no espaço Bio2B do Green Rio. A vencedora foi a Geofiltros, que apresentou projeto visando melhoria da qualidade da água na produção de petróleo e gás.

Confira na próxima semana as apresentações da Conferência Green Rio 2019 autorizadas para divulgação pelos respectivos palestrantes e também uma matéria sobre os expositores, e os temas abordados no auditório e demais salas de palestras do evento.

Mais uma vez, Green Rio se consolidando como a plataforma da bioeconomia no Brasil, e agradecemos a todos que contribuíram para este sucesso!


 

 

Para saber mais sobre as edições anteriores do Green Rio,
por favor clique nos links abaixo:
GREEN RIO 2012 GREEN RIO 2013 GREEN RIO 2014 GREEN RIO 2015
GREEN RIO 2016 GREEN RIO 2017 GREEN RIO 2018